Artigos

Os Dez Mandamentos

Os Mandamentos da Lei de Deus têm esse nome porque foi o próprio Deus que os gravou na alma de cada homem e os promulgou no monte Sinai, na antiga Lei, esculpidos em duas tábuas de pedra, e porque Jesus Cristo os confirmou na Lei nova.
Os Mandamentos da primeira tábua são os três primeiros, que se referem diretamente a Deus e aos deveres que temos para com Ele.
Os Mandamentos da segunda tábua são os últimos sete, que se referem ao próximo e aos deveres que temos para com ele.

Os Mandamentos da Lei de Deus são dez:

1º. Amar a Deus sobre todas as coisas.
2º. Não tomar seu Santo Nome em vão.
3º. Guardar domingos e festas.
4º. Honrar pai e mãe.
5º. Não matar.
6º. Não pecar contra a castidade.
7º. Não furtar.
8º. Não levantar falso testemunho.
9º. Não desejar a mulher do próximo.
10º. Não cobiçar as coisas alheias.

Podemos, sem dúvida, observar os Mandamentos da Lei de Deus, porque Deus não nos manda nenhuma coisa impossível, e dá a graça para os observar a quem a pede devidamente.
Em cada Mandamento deve-se considerar a parte positiva e a parte negativa; isto é, o que nos é ordenado e o que nos é permitido.

Catecismo Maior de São Pio X – Terceira Parte – Dos Mandamentos da Lei de Deus e da Igreja – Capítulo I

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *